Mudança de planos / Change of plans

Já referi várias vezes ao longo de várias publicações passadas o quanto adoro viver em Barcelona e como esta cidade me fascina por diversos motivos.

Até há uns meses atrás considerava ficar por aqui a fazer o internato, porque tanto para mim como para o Ricardo fazia todo o sentido construirmos a nossa vida aqui. No entanto, desde Setembro do ano passado tudo mudou. Como deves ter visto, houve uma época (e continua, mesmo que não tão evidente) de grande instabilidade política. De um dia para o outro, eram manifestações na rua dia sim dia não. Apesar de que, tenho que admitir, os media transmitiram uma imagem completamente errada do que se passou. Nunca me senti com medo nem perigo nas ruas e vivo numa rua bem turística e movimentada nestes dias.

De repente, tive 1 a 2 greves por semana na minha faculdade durante 3 semanas seguidas. As pessoas chegavam emocionadas às aulas pelo que se estava a passar. Ninguem sabia o que iria acontecer. Sentia que a independência da Catalunha era como um tema taboo, que ao falar disso iria gerar desconforto ou discussão. Não sei explicar, foi um mix de emoções, de situações que não esperava viver. Não gostei de sentir este ambiente instável. Além disso, ver certas atitudes, que no meu ponto de vista, são radicais e ridiculas em pessoas tão jóvens fez-me sentir triste.

A única conclusão que eu e o Ricardo conseguimos chegar foi: vamos ter que ir embora. É triste, ficamos os dois um pouco desiludidos porque não queríamos. Já conquistamos tantas coisas aqui que agora custa mudar. Mas vai ter que ser. Chamem-nos exagerados, mas as coisas podem mudar de um dia para o outro, porque já mudaram e eu não quero estar num país não-europeu.

E agora? Para onde vamos? É uma boa questão, mas nem nós mesmos sabemos responder. Vamos com o vento, onde Deus nos levar. Aceitamos o que vier, estamos receptivos. Mas vamos lutar para que seja um sítio onde nos sentamos tão bem como aqui em Barcelona. Para já o que sabemos é que, infelizmente, por pelo menos mais 6-7 anos ainda não volteremos para o nosso querido Portugal.

I had already said throughout several older posts how much I love to live in Barcelona and how much this city fascinates me for various reasons.

Until few months ago I considered to stay here doing my residency, because for me and Ricardo it made perfect sense to build our life here. However, since last September everything changed. As you may know, there was a time (and still continues, even not that obvious) of a big politic instability. For one day to another, there was manifestations on the streets every single day. Although, I have to admit, the media transmitted a very wrong image of what was really happening in here. I have never felt fear or dangerous in the streets and I live in a very touristic and bustling street these days.

Suddenly, I had 1 or 2 strikes per week at the University for 3 weeks in a row. People arrived very emotional to classes for everything that was happening. Nobody knew what was going to happen. I felt Catalonia’s independency was like a taboo theme, which caused discomfort or some discussion. I don’t know how to explain myself, it was a mix of emotions, situations which I didn’t expected to live. I don’t like being in this instable environment and see some attitudes, which in my point of view, are radical and ridiculous in young people. It makes me sad.

The only conclusion, me and Ricardo could get was: we have to leave. It’s sad, we are disappointed because we didn’t want this. We accomplished many things here and now it is difficult to change. But we have to do it. You can think we are overreacting, but things may change in one day, because it already changed and we don’t want to live in a non-European country.

And now? Where do we go? It is a good question, but even us don’t know how to answer it. We are going with the wind, where God lead us. We accept the future with optimism. We are going to fight to go to a place where we feel as good as we feel in Barcelona. For now, what we know is that, unfortunately, for 6-7 years we do not come back to our sweet Portugal.

4 thoughts on “Mudança de planos / Change of plans

  1. Mais uma vez fiquei emocionada ao ler este teu texto, ver vocês meus filhos tão jovens e com tanta responsabilidade dá que pensar. Eu por mim já nem penso no que será o nosso futuro. Desde 2011 que a nossa vida familiar modificou e agora vivemos um dia de cada vez à espera do que o nosso Deus tem para nos oferecer.
    Vou te confessar qual é o meu sonho neste momento, não é riqueza, não é carro novo, é sim um dia puder viver perto dos meus filhos e ver os meus netos crescer.É este o meu sonho que gostava que se tornasse realidade embora saiba que não é fácil de realizar devido às circunstâncias.

    Liked by 1 person

    1. Obrigada pelas suas palavras! Vamos fazer de tudo para que esse sonho se realize porque também partilhamos o sonho de um dia estarmos perto da nossa família 💚 Beijinho muito grande 😘

      Like

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s